São Paulo não corre mais risco de colapso no sistema de saúde, diz secretário

Mania de Notícia 09/06/2020 13:45 Relatar

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Edson Aparecido, chefe da Saúde na capital, afirma que a cidade pode suportar novos casos de Covid-19

 A  cidade de São Paulo não corre mais risco de colapso no sistema de saúde, de acordo com o secretário municipal Edson Aparecido em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes. As informações são do repórter Lucas Herrero, da Rádio Bandeirantes.

Segundo dados da Secretaria de Saúde, a capital passou de cerca de 350 pedidos diários de internação no fim de abril, pior momento da  epidemia, para 39 solicitações nesta segunda-feira, 8. Uma redução de 89% em praticamente um mês e meio.

O chefe da pasta no município aponta que esse dado é mais importante que a taxa de ocupação dos leitos por sinalizar a movimentação que ocorrerá nos dias seguintes em UTIs e enfermarias. Tais números vêm passando por um processo de estabilização, o que é uma boa notícia.

"As pessoas estão chegando menos agravadas, diferente daquilo que aconteceu em abril, quando já chegavam ao hospital precisando intubar. A gente não corre mais risco de colapso no sistema de saúde da cidade. Isso está completamente afastado. Todo mundo que precisar de leito, vai ter leito para ser tratado como teve até agora. Tanto pela ampliação, quanto agora pela redução da demanda", afirmou Edson Aparecido.

Números

Nas últimas 24 horas, apenas 25 mortes registradas na capital paulista. Porém, como há uma recorrente queda nos dados do fim de semana, a Rádio Bandeirantes comparou divulgações semanais da Covid-19 em São Paulo.

Semana retrasada, foram 861 mortes e 15.732 casos confirmados. Na última semana, tivemos 601 óbitos, além de 16.071 casos. Queda de 30% nas mortes. Aumento de apenas 2% nos casos.

Os números estão melhorando, porém, o secretário Edson Aparecido ainda adota certa cautela para ter uma base comparativa maior e principalmente para aguardar as consequências da flexibilização na cidade.

"Se a gente confirmar esses números por mais uma semana, talvez o mais difícil da pandemia tenha passado. Mas enfim, tem que esperar para ver se é uma tendência definitiva. Vamos ver agora com os movimentos de flexibilização. Tem que ficar de olho para não ter revés", disse o secretário.

Taxa de ocupação

Os leitos municipais de UTI da capital estão 64% ocupados. Marca que pode ser reduzida nos próximos dias já que uma parcela - ainda não definida - dos 650 respiradores da Turquia, adquiridos pelo estado, vêm para a capital.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.