Brasil registra mais 39 mil recuperados e supera marca de 6,5 milhões de curados da Covid-19

will 28/12/2020 Relatar Quero comentar

O Brasil registrou neste domingo (27) mais 39.904 pacientes recuperados do coronavírus, totalizando 6.515.370 pessoas curadas da doença.

O número de pessoas curadas já representa 87% do total de casos acumulados.

A quantidade de pessoas curadas no Brasil é mais de oito vezes superior ao número de casos ativos (799.545), que são os pacientes em acompanhamento médico.

No mundo, estima-se que pelo menos 57,1 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid-19 já se recuperaram, de acordo com o site Wolrdometers.

O retorno ao convívio social, sem oferecer riscos, ocorre quando o paciente já está recuperado da doença, ou seja, não apresenta mais sintomas e já tenha passado 14 dias do contágio ou data do início dos sintomas. “Como a maioria dos pacientes não consegue estabelecer o dia do contato, a gente utiliza a data do início dos sintomas. Após 14 dias, se ele já está há pelo menos 3 dias, ou seja 72 horas assintomático, ele já está apto a voltar às atividades habituais inclusive o contato familiar”. 

Outro ponto importante, é o termo correto a ser utilizado para quem não apresenta mais sintomas. Conforme a especialista, a palavra recuperado é ideal, considerando a escala de conhecimento obtida até o momento pela ciência. “O termo curado envolve várias questões que ainda não é possível comprovar com o coronavírus”. 

Os cuidados de quem já foi infectado pelo novo coronavírus, são os mesmos de quem não teve, por não haver comprovação científica sobre os riscos reais de reinfecção. “Como nós ainda não conhecemos toda a dinâmica da questão da imunidade do vírus, ou seja, se eu ganho uma imunidade permanente quando tenho a doença, como se fosse uma vacina, ou seja, eu não pego de novo. Já existem relatos na literatura de prováveis reinfecções, então os cuidados permanecem para a pessoa que já teve o vírus. Ela não tem uma chance maior de pegar de novo, ela só tem que manter as precauções como higiene das mãos, uso de máscaras, o isolamento social, como alguém que não teve”, afirma. 

Comentário do usuário