Vereador é condenado em R$ 5 mil por atirar em foto de Lula

Carlosandre1055 13/03/2021 Relatar Quero comentar

O vereador de Fortaleza Inspetor Alberto (Pros) foi condenado a pagar uma multa de R$ 5 mil por danos morais ao ex-presidente Lula. O parlamentar foi acusado de atirar contra uma foto de Lula. A decisão da Justiça foi proferida na quarta-feira (10). O parlamentar afirma que vai recorrer.

O caso ocorreu em 2019 e foi registrado em vídeo. Após a condenação, o réu preferiu não se manifestar, conforme relatou o juiz Mauricio Tini Garcia, da 2ª Vara Cível do Foro de São Bernardo do Campo (SP).

O juiz também cita que Lula é “figura de expressão no cenário político” e tem “tanto admiração quanto rejeição”, mas “a mais intensa das rejeições, ainda que eventualmente justificada, não deve ser confundida como autorização para expressões que extravasam os limites da liberdade de expressão”.

Em entrevista ao Portal G1, o parlamentar alegou que não foi intimado nem notificado do processo.“Se eu tivesse sido intimado, teria feito minha defesa, mas não fui notificado. Quero que ele [juiz autor da decisão] me mostre que eu assinei o documento dizendo que eu iria fazer minha defesa”, afirma Alberto.

“Como me manifestar se eu não fui notificado?”, questiona.Inspetor Alberto também nega ter incitado violência contra o ex-presidente e afirma que não se arrepende de ter feito os disparos.

O vídeo alvo da denúncia foi publicado nas redes sociais três dias após o ex-procurador da República Rodrigo Janot ter afirmado, em entrevista, que em certa ocasião entrou armado no Supremo Tribunal Federal (STF), com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes e se suicidar em seguida.

Na época, em 2019, Alberto Vieira afirmou: “Janot, a gente faz é assim, para não tirar a vida de ninguém. Bota uma foto e descarrega. Babau. Sai toda a raiva.”

Comentário do usuário