Recém-nascido usa máscara de proteção no DF: "achei maravilhoso", diz a mãe

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Amélia 11/05/2020 Relatar Quero comentar

   Durante a pandemia do novo coronavírus, o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), unidade da rede pública e referência em casos de covid-19, tem realizado partos de mães com diagnóstico positivo ou ainda em investigação do novo coronavírus.

O Centro Obstétrico tem adotado uma série de medidas para tentar diminuir a transmissão das mães para os filhos. Dentre elas, estão o uso de pequenas máscaras faciais semelhantes a um capacete, fabricadas pelas enfermeiras do próprio Hospital, para todos os recém-nascidos.

Na noite da última quinta-feira (7), o HRAN realizou o primeiro parto no Distrito Federal em uma paciente confirmada com covid-19. O bebê nasceu saudável, com 2,930 kg e, logo após o nascimento, já usou a máscara de proteção. A mãe, Mariane Silva, 28, recebeu alta hoje e está em casa.

"Eles cuidaram muito bem da minha mulher e do meu filho, porque viram que o negócio era sério. E graças a Deus deu tudo certo. Nesse momento difícil, eles cuidaram da gente 24h e agora estamos mantendo os cuidados em casa", diz o pai do bebê, Ricardo Bento, 30.

Mariane conta que ficará isolada em casa por mais cinco dias, seguindo as instruções médicas e sempre usando máscara de proteção. O bebê também continua usando as máscaras que ganhou do hospital.

"Eu achei maravilhosa, porque essa mascarazinha protege bastante. É uma forma muito útil de eles não contraírem esse vírus. Ela são reguláveis, e quando ele vai mamar, eu tiro. Mas quando acaba, eu coloco de novo", afirma a mãe.

Comentário do usuário