Entenda o real motivo da morte de Vanusa

Top 10 08/11/2020 Relatar Quero comentar

Ela estava em casa de repouso em Santos, no litoral paulista, onde morava há mais de 2 anos. A artista já estava debilitada e tinha depressão

A cantora Vanusa morreu na madrugada deste domingo (8) na casa de repouso em Santos, no litoral de São Paulo, onde morava há mais de dois anos. O enfermeiro percebeu, por volta das 5h30, que ela estava sem batimentos cardíacos. A causa da morte foi insuficiência respiratória.

A artista tinha depressão e problemas de saúde causados pelo uso de medicamentos tarja preta em excesso, que a deixaram debilitada. Em setembro, ela esteve internada no Complexo Hospitalar dos Estivadores, também em Santos, com problemas respiratórios e retenção de líquido. Ela passou dias intubada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por apresentar baixa saturação de oxigênio e pressão arterial. Dias depois, foi diagnosticada com pneumonia e anemia.


Segundo informações, Vanusa teve um sábado (7) feliz com a visita da filha mais velha, Amanda. Ela teria cantado, brincado e se alimentado bem.

Problemas de saúde
Há alguns anos, Vanusa enfrenta problemas com dependência química, crises de depressão e complicações causadas por uma síndrome demencial. Nos últimos 11 anos, a cantora precisou passar por alguns períodos de internação.

A primeira, em 2009, aconteceu após a estrela errar a letra do Hino Nacional em uma solenidade na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). Meses depois, o vídeo viralizou na internet.


Por conta da depressão, em 2011, ela foi internada pela segunda vez, onde ficou até maio de 2012. Em 2017, a artista voltou a ser internada, mas dessa vez para cuidar da dependência química.

“Há 12 anos ela foi atingida por problemas com remédios, bebidas, depressão e dependência química. Tudo piorou há cerca de 5 anos quando ela foi afetada pela bactéria, a Helicobacter pylori, contraída ao tomar água. Essa bactéria a fez emagrecer quase 40 quilos e isso agravou seu estado. Ficou muito debilitada e as medicações passaram a não fazer mais efeito", revelou o filho Rafael Vannucci naquela ocasião.

De acordo com o filho, "o estágio da doença da minha mãe é muito avançado. Ela não se alimenta mais sozinha, está acamada, usa fraldas, não tem dentes na boca por não ter força no tratamento dentário. A minha mãe não se lembra mais de muitas pessoas, e por conta disso a gente decidiu, com consentimento e opinião dos médicos, que a clínica seria o melhor lugar para ela estar agora". 

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.