Paula Thomaz, assassina da filha de Gloria Perez, abre queixa-crime contra autora

News Border 26/02/2021 Relatar Quero comentar

Condenada pelo assassinato da atriz Daniella Perez (1970-1992), ao lado de Guilherme de Pádua, Paula Nogueira Thomaz abriu uma queixa-crime contra a mãe da vítima, Gloria Perez. Atualmente assinando com o sobrenome Peixoto, a criminosa acusa a autora de novelas de cometer ameaça e difamação por um comentário feito nas redes sociais. A informação é do portal Notícias da TV.

Segundo a reportagem, em novembro de 2020, Gloria Perez reagiu à notícia de que Paula estava treinando sua filha caçula para ser atriz. “Essa criminosa não tem limites. Não preservou o filho que estava na barriga, quando se fez assassina, e não preserva a filha de um meio onde terá sempre como referência ser a filha de uma assassina”, escreveu a autora da Globo no Facebook.

De acordo com a coluna de Fábia Oliviera no jornal O Dia, a assassina e seu atual marido, Sérgio Peixoto, abriram um boletim de ocorrência contra Gloria e seguidores da escritora na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, na região central do Rio de Janeiro, pelos crimes de ameaça e difamação.

O casal teria citado no depoimento que leu algumas ameaças dos internautas e fãs da autora de A Força do Querer, como: 'Vai, Gloria, agora manda matar a filha dela' e "É bom ela colocar a filha sim, quem sabe acontece o mesmo e alguém tira a vida da filha dela da mesma forma. Aqui se faz, aqui se paga', segundo a colunista.

Queixa-crime é a petição inicial para dar origem a uma ação penal privada, para que o autor ou os autores de um crime sejam processados e condenados perante o juízo criminal. Como se origina de interesse próprio, é necessário que a pessoa ofendida contrate um advogado ou procure a Defensoria Pública para que o procedimento seja iniciado. Ainda segundo a colunista do O Dia, Gloria Perez foi intimada a prestar depoimento, mas enviou um um advogado ou procure a Defensoria Pública para que o procedimento seja iniciado. Ainda segundo a colunista do O Dia, Gloria Perez foi intimada a prestar depoimento, mas enviou um advogado em seu lugar para entender a denúncia. O inquérito ainda está sendo analisado e não virou um processo criminal, por enquanto.

Comentário do usuário
Você pode gostar