Doria diz que China liberou insumos para fabricação da CoronaVac no Brasil devido ao esforço do governo de SP

Só matérias boas 26/01/2021 Relatar Quero comentar

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (25) que a liberação de 5,4 mil litros de insumos para produção da da CoronaVac só foi possível devido ao esforço da gestão estadual e do Instituto Butantan.

A postagem foi feita depois de o presidente Jair Bolsonaro 

"Não é verdade o que disse o Presidente Bolsonaro em suas redes, de que a importação de insumos da China foi uma realização do Governo Federal. Todo o processo de negociação com a China para liberação de insumos para a vacina do Butantan foi realizado pelo Instituto e pelo Governo de São Paulo", escreveu Doria em suas redes sociais.

Em entrevista à TV Globo, Doria se mostrou indignado e classificou a atitude de Bolsonaro como um "oportunismo escancarado".

Em nota, Doria disse que a negociação com a China "é continua e nunca foi interrompida, mesmo quando o Governo Federal através do presidente da República anunciou publicamente em mais de uma ocasião, que não iria adquirir a vacina por causa de sua origem chinesa".

Após a publicação de Bolsonaro na rede social, o embaixador Chinês Yang Wanming, escreveu mensagem na mesma rede: "A China está junto com o Brasil na luta contra a pandemia e continuará a ajudar o Brasil neste combate dentro do seu alcance. A União e a solidariedade são os caminhos corretos para vencer a pandemia".

Em outubro, Bolsonaro Na ocasião, o presidente disse em uma rede social que os brasileiros não seriam "cobaia" de ninguém e se referiu à CoronaVac como a "vacina chinesa de João Doria".

Em novembro, quando os testes da CoronaVac foram interrompidos devido a morte de um dos voluntários, oA morte do voluntário não ocorreu por causa da vacina.

Reunião com embaixador

Pouco antes, o governador João Doria divulgou .

"Amanhã ao término desta conferência com o embaixador da China já poderemos anunciar os novos lotes da vacina e a quantidade, lotes dos insumos para a quantidade de vacinas do Butantan", disse o governador.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar