Cláudio Castro se incomoda com rótulo e nega alinhamento com Bolsonaro...

ana sousa 18/04/2021 Relatar Quero comentar

Incomodado com o rótulo de Jair Bolsonaro (sem partido) presidente Cláudio Castro (PSC), convernador em exercício do Rio disse que não por alinhamento mais se aproximou do governo federal pq o estado precisa disso. Sem olhar para a ideologia deles ele conversa com todo mundo, sendo alinhado com todo mundo. Falou ele: (como ele iria ter postura com o governo federal).

Para sobreviver o umbilicalmente, o Rio precisa do governo federal. Não está alinhado com os governos e com os prefeitos seria o responsável de sua parte. Não agindo por convicção e sim por alinhamento. Afirmando em uma entrevista com o jornal da Globo ele falou que ficam tentando rotular na contramão de suas ações.

Castro falou que para se destanciar de Bolsonaro, tomou medidas restritivas que adotou recentemente uma coisa que ele não costuma apoiar. Fechado também parques e praias e parques coisas que a oposição e a imprensa achava que ele não faria. Destacando também as escolhas que as equipes fez, que tudo teria sido tomado com autonomia.

Escolhendo o mais votado para ser o procurador-geral de justiça do Rio, ele falou que achavam que ele iria escolher um candidato bolsonarista, Marcelo Monteiro e ele escolheu o Luciano Mattos. Tirando a segurança não tem militares no secretariado, Comte Bittencourt da educação é do cidadania. Sendo Thiago Pampolha o do meio ambiente que é do PDT.

Se controlando contra o Bolsonaro, castro falou que sempre defendeu a vacina. Participando de aglomerações castro recentemente recebeu muitas críticas, mais que também não quis comentar sobre o ocorrido. Alegando que as rodas de sambas estavam liberadas ele participou de um pagode com os amigos em fevereiro.

Comentário do usuário