Jovem de 24 anos é presa após fingir ser PM para "dar orgulho à família"

Ribeiro 25/05/2021 Relatar Quero comentar

Na manhã deste sábado (22), uma jovem de 24 anos foi surpreendida pelas autoridades de Vitória da Conquista, município localizado no sudoeste da Bahia. A mulher foi presa por uso indevido do uniforme da Polícia Militar local.

Maria Isabela Oliveira Fortunato contou para os policiais que fizeram sua apreensão que estaria desempregada. Segundo Maria, ela teria feito isso para "dar orgulho à família". As autoridades relataram à imprensa que a jovem ficava passeando pela rodoviária sozinha, então eles resolveram checar o que estava acontecendo e prestar ajuda.

Primeiramente Maria contou para os oficiais que estava lá para uma atividade, pois ela pertencia à Academia da Polícia Militar. Desconfiados a guarnição pediu para que ela entrasse em contato com seu superior para que a história fosse confirmada. A mulher de 24 anos chegou a entrar em contato com um capitão da PM, mas ele acabou entregando a moça dizendo que a não conhecia.

A jovem chegou a ser levada para delegacia, onde os policiais confirmarão sua falsa identificação. Maria não fazia parte da corporação, então foi enquadrada por uso ilegal de distintivo e uniforme. Com Maria Isabela foi apreendidos fardamentos como: uma calça com uma tarja escrito “AL OF PM FORTUNATO”, luvas, um saiote, máscara de proteção com bordado do brasão da PM, um gorro de pala original da PM BA, um cinto que a guarnição costuma usar e uma camiseta branca também com bordado.

As autoridades seguem investigando o caso para descobrir quem forneceu os matérias para Maria Isabela, já que eles são idênticos ao que os oficiais usam em serviço. A família da jovem foi comunicada sobre o ocorrido.

Comentário do usuário