'Ela já não aguentava ser tocada', diz irmã de influencer morta após lipoaspiração no Ceará

Matérias Top 01/02/2021 Relatar Quero comentar

Liliane passou por uma lipoaspiração em 9 de janeiro em Juazeiro do Norte, no Ceará, e sofreu complicações após procedimento.

A irmã da influencer Liliane Amorim, morta dias após realizar uma cirurgia de lipoaspiração, relatou em entrevista ao Fantástico, na noite deste domingo (31), a situação da paciente nos dias seguintes ao procedimento. "A minha irmã já tava numa situação que não aguentava ser tocada", conta Fabíola Amorim.

A advogada Alicia Camila, amiga de Liliane Alicia diz que ligou para o médico e ele pediu a anestesista da equipe que fosse ver Liliane. Segundo a amiga, a anestesista disse que Liliane precisava colaborar com a própria recuperação. "Ela tem que comer, ela tem que andar, tem que se esforçar. E porque não leva para o hospital? Não, os médicos que acompanharam a lipo acharam melhor não levá-la, tempo de pandemia...", relatou.

A assessoria do médico Benjamim Alencar disse que foi prestada assistência médica permanente a Liliane, do pré ao pós-operatório, não somente pelo cirurgião responsável, como por toda a equipe multidisciplinar. A nota do médico afirma ainda que ele prestará todas as informações e esclarecimentos às autoridades competentes.

A amiga de Liliane que esteve do lado dela o tempo todo, contesta a versão do médico. "Ela subiu para a UTI no domingo, na terça-feira ela foi entubada. Ele não estava mais, ele já tinha viajado para o Rio de Janeiro", disse.

 em 9 de janeiro em Juazeiro do Norte, no Ceará, e . Bernardino Neto, ex-marido de Liliane, relatou em boletim de ocorrência que ela.

A missa de sétimo dia da digital influencer aconteceu às 15h deste sábado (30), em Juazeiro do Norte, município na região Cariri, no Ceará. A família preferiu não informar o local exato da cerimônia com o objetivo de evitar aglomerações.

O médico cirurgião Benjamim Alencar afirmou na última quarta-feira (27), por meio de assessoria jurídica, que o  "foi realizado em centro hospitalar de referência, apropriado para o ato, observando rigorosamente todas as exigências regulamentares e legais".

, e o médico se manifestou pela primeira vez nesta quarta  (leia abaixo a íntegra da nota enviada pelo profissional).

"Todas as normas técnicas para a realização do procedimento cirúrgico e do pós-operatório foram integralmente observadas, de acordo com as diretrizes do Conselho Federal de Medicina, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da lex artis para a prática da cirurgia", afirma o cirurgião.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário