Mulher com 'maior boca do mundo' viraliza e ganha dinheiro de cair o queixo

Amélia 17/11/2020 Relatar Quero comentar

Uma norte-americana que afirma ter a "maior boca do mundo" (e olha que dá para acreditar nela) viralizou na quarentena, ganhando quase 750 mil seguidores. Para se ter uma noção do sucesso, ela conta que chega a receber US$ 14 mil, ou R$ 75 mil, por um vídeo bombado no TikTok.

"O TikTok atualmente paga seus principais criadores com base na quantidade de visualizações. A plataforma paga centavos de dólar por 1.000 visualizações", explica a humorista Samantha Ramsdell, em entrevista ao The Sun.

"Não parece muito, mas alguns dos meus melhores vídeos têm mais de 50 milhões de visualizações, então, se você fizer as contas, não é tão ruim para comer sanduíches de metrô na câmera!", acrescenta.

Ela conta que, inicialmente, começou a fazer vídeos cantando e atuando para mostrar suas habilidades online, mas logo percebeu que sua boca era a atração principal.

"Comecei a ganhar mais seguidores com o lockdown, fazia muitos vídeos engraçados de caretas, esquetes cômicas e paródias cantadas. Mas qualquer vídeo envolvendo minha boca sempre viralizou."

Ramsdell já usou uma fita métrica para determinar o quão grande é sua boca. Ela diz que tem cerca de 9 cm de largura e quase 10 cm de altura de boca. A comediante brinca que está "trabalhando em minha inscrição para o Guinness [World Records]" Porém, ao mesmo que faz sucesso e consegue tirar uma grana boa, a humorista admite que às vezes fica frustrada.

"É um pouco frustrante, às vezes, porque eu gostaria de também ser conhecido por meus vídeos de canto e de comédia, mas, sabe, qualquer propaganda é boa." Ramsdell trabalha como representante de vendas e disse que aprendeu há muito tempo que comentários negativos de outras pessoas refletem mais nos outros do que nela.

"Obviamente, eles não estão indo bem emocionalmente se tiverem que reservar um tempo para escrever coisas ruins para mim, então eu os abençoo e siga em frente!", conta.

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.