Dinheiro encontrado na casa de Nego do Borel será levado para São Paulo

Matérias Top 29/01/2021 Relatar Quero comentar

O dinheiro encontrado em um cofre na casa do cantor , em um condomínio no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta quinta-feira (28), será levado para São Paulo. Os agentes vão investigar a origem do dinheiro, segundo os policiais.

A Polícia Civil de São Paulo, com apoio de agentes fluminenses,  contra o cantor. Um no Rio e outro em São Paulo.

Além dos mais de R$ 400 mil em espécie, os agentes apreenderam  aparelhos eletrônicos que possam armazenar fotos e vídeos e o  passaporte do cantor na mansão.

“Este dinheiro estava guardado em um cofre conforme a Duda Reis havia mencionado. E havia no mandado o pedido para apreender dinheiro em espécie, caso houvesse”, disse a diretora do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM), delegada Sandra Ornellas.

A Polícia do Rio de Janeiro não descarta uma investigação paralela caso o cantor não comprove a origem dos valores encontrados no cofre do imóvel.

Segundo Ornellas, o registro da ocorrência foi feito a partir do momento em que a atriz e influenciadora registrou o caso nas redes sociais.

As buscas estão relacionadas , ex-noiva do cantor, registrou na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em São Paulo, há 15 dias. Eles terminaram o relacionamento em dezembro do ano passado.

No dia 12 de janeiro, Duda fez publicações em uma rede social relatando traições. Chorando, ela disse que pediria medidas protetivas contra o cantor.

No dia 14, Duda contou aos policiais da 1ª DDM que as agressões de Nego começaram em  fevereiro de 2018, durante o carnaval. Ela disse que o cantor a ameaçou porque ela foi ao Sambódromo do Rio sem a anuência dele.

A partir daquela data, depôs Duda, o cantor iniciou uma rotina de "humilhações e xingamentos". Ela também afirmou que foi agredida fisicamente na frente de outras pessoas.

Segundo Duda, em agosto de 2018, durante uma viagem a Portugal, ela foi estuprada por Nego nos momentos em que estava sob efeito de remédios.

Ela também disse à polícia que, na mesma viagem, depois de ter se recusado a acompanhar o cantor em uma das apresentações dele, foi agredida e teve lesões nas costas e pernas, mas não recebeu atendimento médico em nenhuma dessas ocasiões.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário