Mulher morre sete dias após dar à luz e familiares lamentam; ela era cadeirante e todos estão arrasados

Matérias Top 12/03/2021 Relatar Quero comentar

Nádia Guerra Çakmak tinha 37 anos e acabara de realizar um dos maiores sonhos de sua vida, pois engravidou e deu à luz, mas sete dias depois morreu, vítima da Covid-19. A maquiadora era cadeirante e precisou passar por um parto por cesárea de urgência em um hospital de Palmas.

Os familiares contaram que Nádia ficou internada na UTI desde o mês passado e que nos últimos dias o estado dela foi só piorando, por isso os médicos decidiram ser melhorar retirar o bebê com cerca de 30 semanas de gestação.

O recém-nascido não foi infectado e está passando bem, mas seguirá internado por tempo indeterminado, até que os médicos avaliem que a criança poderá ir para casa sem correr nenhum risco.

Em Tocantins, Nádia fazia muito sucesso nas redes sociais e tinha fãs até em outros estados. Ela se casou com o turco Metehan Çakmak, de 26 anos, que também era cadeirante. Eles se conheceram em 2018 através do Instagram e se apaixonaram. O casal era muito querido por todos e um exemplo de superação.

Quando tinha 22 anos, Nádia sofreu um grave acidente de carro e acabou fraturando três vértebras, ficando paraplégica, mesmo assim não perdeu a alegria de viver e encarou o desafio de superar tudo isso com determinação.

Ela engravidou naturalmente no ano passado, mesmo com os médicos acreditando que isso não teria como acontecer, mas ela acreditou e realizou seu grande sonho de ser mãe. Há cinco anos ela adotou uma menina, durante o primeiro casamento e agora estava muito feliz com a chegada do segundo filho, mas acabou morrendo.

Comentário do usuário