Volta do auxílio emergencial de R$600? Proposta de Senador chama atenção

Claudione 09/05/2021 Relatar Quero comentar

As discussõs sobre o   seguem sendo pauta desde o ano passado, principalmente sobre o valor do pagamento. Após o  aumento do desemprego, da pobreza e a piora dos indicadores sociais, a oposição ao governo esta articulando no Senado um aumento do valor atual. 

Com isso, o Senador Rogério Carvalho (PT-SE) deverá propor um auxílio emergencial no valor de  R$600.

Como seria pago os R$600 do auxílio emergencial em 2021?

A proposta do Senador é apresentar por meio de uma PEC, o novo valor do benfício, o pagamento seria feito em seis meses.

De acordo com o senador Rogério Carvalho (PT-SE), líder do PT no Senado disse que  “Já estou com o texto pronto”.

Além de contribuir com a melhora dos índices, esse novo pagamento pode ajudar a girar a economia. 

Hoje, cerca de  13% dos brasileiros vivem abaixo da linha da extrema pobreza, com  R$246 por mês, conforme os  cálculos realizados pela Fundação Getúlio Vargas. Em caso de aprovação, o novo auxílio deve ser pago a partir de junho para os brasileiros.

Auxílio emergencial

O auxílio foi criado pela lei 13.982/20 para ajudar as pessoas que se encontravam em situação de vulnerabilidade social no período de emergência de saúde pública que foi provocada pela doença.

Foram atendidos os trabalhadores informais e beneficiários do programa Bolsa Família no período da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Inicialmente, seriam pagas apenas  3 parcelas de R$600, mas depois foi prorrogado por mais  2 parcelas e por último até o final do anode 2020.

O programa atendeu até agosto cerca de  67,2 milhões de pessoas, pagando o valor de  R$600 e R$1.200 para as mães de família. 

O valor do auxílio residual, que são as 4 parcelas de R$300 e R$600 para as mães de família.

Valor das parcelas atuais

O valor do benefício será de  R$ 250 e vai variar de R$ 150 a R$ 375 segundo o perfil do beneficiário e a composição de cada família.

Famílias vão receber R$ 250; Uma família monoparental, dirigida por uma mulher, vai receber R$ 375; Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150.
Comentário do usuário