Mãe doa parte do fígado e salva filho de 6 anos

New York Times 17/04/2021 Relatar Quero comentar

Mãe do pequeno Jake, Claire DeStratis, 33, de Victoria, Austrália, arriscou a própria vida ao fazer uma cirurgia de transplante de fígado em uma tentativa de salvar seu filho Jake de 6 anos. De acordo com os médicos Jake tinha apenas alguns dias de vida devido à uma hepatite que contraiu na escola.

Segundo a mãe do menino pela gravidade da situação Jake estava vivo graças a um aparelho de suporte vital que substitui temporariamente as funções de um órgão. Ainda de acordo com Claire os médicos não queriam usar doadores vivos, mas o tempo do menino estava se esgotando e não tinha mais o que fazer ao não ser aceitar a doação da mãe de Jake que era compatível com ele.

“Quando descobrimos que era hepatite, pensamos que ele iria melhorar, mas piorou rapidamente. Ele precisava de um transplante de fígado, então a primeira coisa que perguntei foi se eu ou meu parceiro éramos compatíveis“ e os pais fizeram exame aonde constou que a mãe da criança era compatível, conta a mãe de Jake.

“Tudo funcionou como um milagre. Os cirurgiões disseram que o pedaço de fígado doado estava funcionando de forma fantástica. Eles estão extremamente felizes com a forma como tudo acabou.”

Agora, graças à mãe e aos médicos, Jake está se recuperando no hospital. “Depois da operação, o cirurgião veio e disse que eu salvei a vida dele, mas eu disse que, na verdade, foram eles que salvaram”, concluiu Claire. Agora o menino se recupera bem ao lado da sua família, de suas irmãs e da sua mãe e seu pai.

Comentário do usuário