Carol Nakamura adota menino de 9 anos que morava no lixão: "Saiu do lixão para nos fazer feliz"

pais24hs 29/03/2021 Relatar Quero comentar

Após algumas visitas ao Ide Jardim Gramacho e ser nomeada embaixadora do instituto, a atriz e bailarina Carol Nakamura decidiu adotar recentemente uma criança do projeto. Em postagem em sua rede social ela conta como tomou essa decisão: "Faz tempo que eu frequento o "Jardim Gramacho" , fui nomeada embaixadora e me sinto muito feliz por isso, mas nunca levei uma criança para criar. Já levei para passear, conhecer a praia, levei na minha casa mas nunca pensei que um dia eu fosse ter essa coragem.

Minha decisão foi tomada pq conheci o pequeno wallace, ele tem 9 anos e nunca frequentou a escola, isso me deixou mega triste... que futuro esse menino pode ter sem educação? Como ele vai ser alguém? Voltei para casa e isso não saiu da minha cabeça.

Então fui buscar ele para passar uns dias comigo. Ele se encantava com tudo, com a água que caia do chuveiro, amou andar de elevador, pirou na escada rolante, achou o máximo dormir no ar condicionado, quando foi a praia com toda certeza era a criança mais feliz da praia... ele já me ensinou tanto, me ensinou a parar de reclamar, me ensinou o verdadeiro significado da palavra amor ! Ano que vem a vida dele vai mudar, ele vai à escola, vai fazer esporte, ele disse que quer ser veterinário e se depender de mim vai ser... só tenho que agradecer a Deus por essa oportunidade e pedir sabedoria para saber educar esse menino como ele merece! Obs.: muitas pessoas me chamaram de louca, porém, loucura, é você ver o potencial, e o brilho nos olhos de uma criança, poder modificar o futuro dela, e deixá-la na mesma situação que se encontrava ...

Então, tenho certeza, escolhi o melhor para ele e para mim ! “ Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. “ Além de garantir a alfabetização e cuidar do menino enquanto isso, Carol explicou como deve seguir para ter a guarda permanente: "Se for da vontade da família, que eu acredito que seja, vou entrar com um processo de adoção".

Segundo Nakamura, esperar pela guarda definitiva poderia trazer ainda mais prejuízos ao menino. "Porque essa parte é muito burocrática, difícil, demorada. E, se fosse esperar tudo isso acontecer para colocá-lo na escola, ele perderia mais um ano, no mínimo. E a prioridade é que ele não perca mais tempo", completou.

Comentário do usuário