Casa onde menina morreu pela 'mais severa infestação de piolhos' estava contaminada com ratos e vermes

N. Ferreira***** 12/11/2020 Relatar Quero comentar

Kaitlyn Yozviak, de 12 anos, morreu após sofrer uma parada cardíaca devido a uma infestação de piolhos.

Na casa onde a menina vivia, junto com os pais, havia ratos e vermes espalhados pelo chão e, a criança não tomava banho havia mais de uma semana quando faleceu. Essas foram algumas das descobertas de investigadores de Wilkinson, no Mississipi, Estados Unidos, divulgadas nessa quinta-feira (1). 

Ryan Hilton, agente que atuou no caso, afirmou ao Tribunal Superior do condado que, quando a criança morreu, havia “a mais severa infestação de piolhos” que tivera contato em vida. O profissional afirmou que a situação deve ter durado por cerca de três anos.

A juíza responsável pelo caso determinou que há provas e materialidade suficientes para a acusar o pai da criança, John Joseph Yozviak, 38, e a mãe, Mary Kathrine "Katie" Horton, 37. Eles responderão por assassinato, além do crime de crueldade infantil.

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.