Bia Figueiredo sofre ameaças de morte

Karen 05/03/2021 Relatar Quero comentar

A piloto Bia Figueiredo, que foi afastada da Stock Car em sua reta final de gravidez, por se envolver em um escândalo de corrupção relacionado à saúde do Rio de Janeiro, retorna as redes sociais com o proposito de esclarecer que sua vida virou de cabeça para baixo do dia para a noite de maneira injusta.

Bia Figueiredo, 35 anos, volta as suas redes sociais em especial o instagram após um intervalo de oito meses, explicando sobre o caso que envolveu seu marido, Fabio Figueiredo Andrade de Souza, e seu sogro, Juracy Batista de Souza Filho, ambos presos, acusados de desvio de cerca de R$ 9 milhões dos cofres públicos do Rio de Janeiro em junho de 2020.

Bia Figueiredo, abriu o jogo nas redes sociaisFoto/ 

Em sua defesa Bia figueiredo se pronuncia:

“Estou aqui de volta depois de muito tempo. Queria começar agradecendo a todas as mensagens de carinho e apoio que eu recebi nesse período. Tive um problema pessoal grave, que se estendeu para a área profissional e fui injustiçada. Eu vi minha vida virada de ponta-cabeça de um dia para o outro. Minha carreira, patrocinadores, empresas gigantescas que me apoiavam há mais de década, foram expostos de maneira completamente injusta e criminosa, assim como minha festa de casamento, amigos e parentes, que também foram expostos de maneira irresponsável e criminosa”.

Ela destacou que sempre se dedicou ao seu trabalho desde os oito anos de idade, foi a primeira mulher a vencer uma corrida da Indy Lights, é a única a vencer uma etapa na Fórmula Renault, além de ser a única brasileira que esteve no grid da Fórmula Indy, esperava um julgamento justo de todos da família que atuam na área da saúde, desejando que todos provem inocência.

Bia Figueiredo perde parcerias com empresasFoto/ 

Com a repercussão do caso e logo depois da exibição da reportagem na TV, a Ipiranga anunciou que suspendeu o contrato de patrocínio da piloto “até que os fatos sejam esclarecidos”. A empresa de postos de combustível sempre esteve por trás da carreira de Bia, bancando, por exemplo, sua carreira na Indy. Após o nome aparecer em caso de fraude milionária na Saúde do Rio de Janeiro, Audi foi a segunda marca entre as que apoiavam Bia Figueiredo a anunciar o fim da parceria com a piloto.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar